Arquitetura na Comunicação Visual: 10 situações que todo o arquiteto conhece bem

 em Ambientação Visual, Home

A arquitetura na comunicação visual é peça-chave.

Mas como toda a área de conhecimento, ela proporciona alguns momentos bem típicos que só quem vive sabe bem como é.

Se você é arquiteto, conhece bem essas situações.

Se elas não aconteceram com você, com certeza aconteceram com algum colega de trabalho que você conhece.

Curioso para ver se algum desses momentos se encaixa na sua experiência com a arquitetura na comunicação visual?

 

1 – Ficou com medo de ser um péssimo arquiteto porque não sabia desenhar

A arquitetura na comunicação visual demanda muita habilidade espacial.

Uma dessas habilidades é o desenho, mas hoje em dia encontramos diversas outras formas de representação muito mais eficientes do que o desenho à mão.

2 – Foi salvo pelo desenho à mão

Por outro lado, desenhar à mão já salvou a sua vida.

Seja para memorizar uma ideia genial que você teve de repente ou para criar um projeto do zero – ou até mesmo porque os softwares de desenho travaram.

3 – Achou que ia ser muito fácil mexer no CAD (AutoCAD Architecture)

Você achou que dominar o CAD era igual a dominar joguinhos de computador?

Pois se enganou.

Esse software obrigatório no segmento de arquitetura na comunicação visual é bem mais complicado do que parece.

4 – Aprendeu que horas de sono valem ouro

Quem nunca ficou horas acordado tentando acabar aquele projeto?

E isso é uma coisa a qual a faculdade de arquitetura já te preparou logo no início: virar noites insones tentando finalizar seus trabalhos.

5 – Você ficou viciado em café, chá ou energéticos (ou nos três)

Sim, já sabemos que o café é o companheiro oficial dos arquitetos que trabalham madrugadas a dentro – seja buscando inspiração, desenhando no CAD ou começando um projeto do zero.

O chá e os energéticos também têm o seu próprio time de adeptos.

 

6 – Gastou milhões em materiais na faculdade

Vida de universitário não costuma ser fácil, independente do curso.

Na arquitetura você sabe que foi muito pior.

Durante todo o curso você precisou comprar materiais escolares diversos para desenho, maquete, projetos plotados… a lista é longa!

7 – Apresentou aquela maquete nem tão boa

Você esfolou seus dedos com estiletes e se sujou de tinta para entregar aquela maquete tão sonhada, mas, as vezes, a nossa intenção não basta e você teve que se contentar em apresentar uma maquete nem tão boa.

8 – Subestimou a utilidade de um bom estilete

Ao longo do tempo e conforme seus estiletes foram quebrando, você percebeu que o equívoco que é subestimar um bom estilete.

9 – Sonhou em trabalhar com obras

Como bom estudante de arquitetura, você com certeza sonhou em trabalhar no projeto de uma obra, mas com o passar do tempo, percebeu que a arquitetura abrange muito mais.

10 – Aprendeu que buscar referências é a melhor coisa que você pode fazer

O que mais um arquiteto faz é buscar referência e inspiração para seus projetos e para sua vida.

Essa é a melhor forma de manter a qualidade do seu trabalho e a mente aberta.

 

Arquitetura na Comunicação Visual


A Pino oferece em um só lugar diversas soluções para executar os seus mais variados projetos de comunicação visual e decoração de ambientes. Dispomos das mais avançadas tecnologias de impressão digital, corte e marcenaria para entregar qualidade com velocidade nos mais variados volumes de pedidos.

Curta nossa página no Facebook  e nosso Instagram  fique por dentro das nossas novidades.

Posts Recentes

Por favor insira o termo desejado e clique no ícone.